Passar para o Conteúdo Principal
 

Assinado acordo para instalação de supercomputador

Assinado acordo para instalação de supercomputador

Empresa Comum Europeia para a Computação de Alto Desempenho assinou contratos para a instalação de futuros supercomputadores europeus. Um deles (Deucalion) vai reforçar a capacidade portuguesa nesta área.

O Deucalion será instalado até ao final de 2020 e terá a capacidade de executar 10 mil biliões de operações por segundo. A instalação deste supercomputador surge no âmbito de uma candidatura liderada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), integrando a iniciativa EuroHPC – European High Performance Computing, sendo que resultará num reforço da capacidade de computação de Portugal.

A EuroHPC procura a convergência de recursos europeus para a instalação de supercomputadores topo de gama para o processamento de big data em vários países europeus. O objetivo passa por posicionar a Europa como líder na área da supercomputação, de forma a que os investigadores e cientistas europeus possam aceder  a recursos de nível mundial.

Este é um dos exemplos de iniciativas alinhadas ao Eixo 5 – Investigação do INCoDe.2030, que se inscreve também no contexto de preparação da Estratégia Nacional para a Computação Avançada, a Advanced Computing Portugal 2030.

 

 

“O Deucalion materializa um aumento significativo do poder de computação disponível em Portugal e vai permitir um acesso mais facilitado a toda a comunidade do sistema científico e tecnológico nacional para trabalhos no domínio do cálculo intensivo, da ciência de dados e da inteligência artificial“, afirma o vogal do Conselho Diretivo da FCT, Nuno Feixa Rodrigues, em comunicado de imprensa.

A Iniciativa Nacional Competência Digitais (Portugal INCoDe.2030) envolve vários ministérios portugueses, reunindo as áreas da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Educação, Trabalho, Planealmento, Infraestruturas, Economia e Modernização Administrativa, com o objetivo de promover as competências digitais.