Passar para o Conteúdo Principal
 

Criador da eduroam no Internet Hall of Fame

Criador da eduroam no Internet Hall of Fame

Klaas Wierenga foi distinguido pela Internet Society enquanto personalidade que contribuiu para o desenvolvimento e melhoria da Internet no Mundo.

Foi no dia 27 de setembro, numa cerimónia na Costa Rica, que o inventor da eduroam, Klaas Wierenga, entrou no “Internet Hall of Fame”, da Internet Society. Desta forma, junta-se a nomes como Tim Berners-Lee (inventor da World Wide Web), Linus Torvalds (inventor do Linux) ou Vint Cerf e Jon Postel (inventores da internet moderna).
Foi há quase 20 anos atrás, enquanto trabalhador da SURFnet (a rede nacional de investigação e ensino holandesa), que Klaas imaginou uma solução que permitisse um login único em todas as universidades holandesas. “Estava frustrado com os problemas de acesso online, enquanto viajava pelas universidades do meu país, quando todos trabalhamos juntos”, contou à Connect, a revista da GÉANT“Foi então que comecei a olhar para as tecnologias que estavam a surgir e que poderiam resolver esses problemas”.
Cobertura eduroam (azul escuro) e projetos piloto (azul claro). Fonte: eduroam.org
 
Como consequência, Klaas Wierenga começou a trabalhar com Paul Dekkers, na construção de um conceito que viria a tornar-se a eduroam. Depois de um programa piloto na Holanda, a GÉANT adotaria a tecnologia, em 2003, sendo que Portugal foi mesmo um dos seis países pioneiros. Hoje, a rede está disponível em 101 países, com um total de autenticações que ultrapassa os 4.3 mil milhões. Presente em instituições de ensino e investigação em todo o Mundo, conta com cerca de 30 mil hotspots em todo o Mundo.
“A melhor parte é que todas as universidades criam uma infraestrutura e a disponibilizam à comunidade. Desta forma, todos beneficiam”, sublinha Wierenga, concluindo: “a eduroam foi possível devido ao trabalho de centenas, e agora milhares, de pessoas que acreditam na sua ideia e no valor de trabalhar em conjunto. Este é o verdadeiro poder da comunidade mundial de educação e investigação”.