Go to main content
 

130 estudantes portugueses entram no Universo UP2U

130 estudantes portugueses entram no Universo UP2U

Projeto europeu pretende reduzir as barreiras de entrada ao ensino superior, potenciando a aquisição de novas competências digitais no meio escolar.

 

Os trabalhos do projeto Up2U em Portugal continuam, envolvendo as 10 escolas aderentes. Depois de, no início do ano, se ter realizado a sessão geral de apresentação do projeto, no Instituto Superior de Engenharia do Porto, três novos encontros tiveram lugar, entre maio e junho.

 

As sessões centraram-se na gestão e planeamento de atividades, bem como na produção de conteúdos, nomeadamente na edição de vídeos em contexto educativo com a respetiva integração no ecossistema Up2U. No total, estão envolvidos 130 estudantes e 30 professores .

 

O Up2U assume-se como “um projeto piloto a nível internacional com várias escolas secundárias” que oferece acesso imediato a várias ferramentas educativas, de forma a “potenciar novas metodologias e práticas pedagógicas no ensino secundário”. Plataformas de edição colaborativa, interação social ou de análise e gestão de ensino são apenas alguns exemplos.

 

Para além de Portugal, este projeto conta com a participação de Itália, Grécia, Suíça, Polónia, Espanha, Alemanha, Hungria e Lituânia. A unidade FCCN e o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) lideram a participação portuguesa e a implementação do piloto nacional em articulação com as escolas secundárias portuguesas.

Para saber mais sobre o Up2U, pode visitar o site do projeto.