Passar para o Conteúdo Principal
 

GÉANT cria página com mais informações sobre EllaLink GeoLab

GÉANT cria página com mais informações sobre EllaLink GeoLab

O projeto pioneiro que colocará, pela primeira vez, uma infraestrutura para estudo do solo oceânico num cabo submarino já conta com uma página informativa criada pela GÉANT.

 

“A sismologia, a vulcanologia, a ecologia marinha e as condições oceânicas são essenciais para compreender o futuro do nosso planeta”. A frase enquadra a relevância do projeto Ella Link GeoLab e pode ser encontrada na página informativa criada pela GÉANT para divulgação do projeto.

No mesmo endereço, é possível encontrar mais informação sobre esta infraestrutura, bem como materiais multimédia explicativos como uma apresentação vídeo do projeto. É ainda possível compreender, com recurso a infografias, o papel da Unidade de Computação Científica Nacional (FCCN) que “receberá” os dados vindos da América do Sul, antes da distribuição para o resto da Europa.

O cabo EllaLink cruzará o Oceano Atlântico, ligando Portugal e Brasil (com ramos e extensões previstas para Madeira, Cabo Verde, Ilhas Canárias, Guiana Francesa e Mauritânia). Esta rota, explica a GÉANT, “oferece uma excelente oportunidade para o uso de tecnologias avançadas”, não só para monitorizar ameaças ao cabo em si, mas também “para garantir dados valiosos sobre o ambiente oceânico”.

Será através da inclusão de tecnologias como a DAS (Distributed Acoustic Sensing) que o cabo submarino será “transformado” num sensor, sendo possível monitorizar ameaças ao cabo EllaLink como lançamentos de âncora ou a pesca por arrasto. Relativamente à análise do ambiente envolvente, será possível obter dados sobre correntes oceânicas, deslizamento de rochas ou a atividades de mamíferos marinhos, por exemplo.

O Ella Link GeoLab é uma iniciativa do Grupo Ella Link e da EMACOM – Telecomunicações da Madeira. “[Este projeto] abre novas oportunidades para a ciência de observação do planeta”, destaca o Research Engagement Officer da GÉANT, Chris Atherton, antes de concluir: “Estamos entusiasmados pela oportunidade que significa para a ciência e, em última análise, pela sua contribuição para a compreensão do planeta em que vivemos”.

O que é o EllaLink GeoLab?

Em junho de 2020, o Grupo EllaLink e a EMACOM – Telecomunicações da Madeira anunciaram a criação de uma infraestrutura dedicada ao envio de dados em tempo real sobre as condições do solo oceânico – o “EllaLink Geo Lab”.