Passar para o Conteúdo Principal
 

Jornadas de Computação Científica: O balanço

Jornadas de Computação Científica: O balanço

Depois de três dias de trabalhos na Universidade dos Açores, entre os dias 5 e 8 de maio, conheça alguns dos números que marcaram a décima edição das Jornadas de Computação Científica. 

A décima edição das Jornadas de Computação Científica registou um aumento de quase 20% no número de sessões realizadas, face à edição anterior. Depois de, em 2018, os três dias de jornadas terem acolhido 27 sessões, em 2019, esse número fixou-se nas 32. Na mesma linha, o número de oradores subiu de 36 para 41.

O crescimento foi notório também no número de inscrições, com um aumento de 5% no número de inscrições, face a 2018, num total de 523 inscritos. Este aumento está em linha com a tendência dos últimos anos. Em comparação com a edição de 2016, por exemplo, as Jornadas de Computação Científica registam mais do dobro das inscrições. 

A edição deste ano do encontro anual da comunidade científica e académica servida pela Unidade de Computação Científica Nacional manteve ainda o número de patrocínios na mesma ordem, com o apoio de 35 empresas e instituições. Neste âmbito, destaque para o jantar social (oferecido pela Cisco e Warpcom), para a Wave Party (powered by Wavecom) e para uma Happy Hour (Springer Nature).

Na estrutura do programa, uma das principais novidades esteve no agrupamento das sessões de acordo com os pilares da Unidade de Computação Científica Nacional. Um workshop para newcomers, a criação de um Zapping com os destaques dos serviços da unidade e uma caminhada realizada no dia 0 foram outras das alterações.

A décima edição ficou também marcada por mais uma edição do concurso “Manda Lá o Bityte” que, este ano, desafiou os participantes a identificar os problemas da sua instituição e a forma como a Unidade de Computação Científica nacional poderá ajudar a resolvê-los. Jorge Machado, do Instituto Politécnico de Portalegre, foi o vencedor, recebendo assim um Kindle, cortesia da Amazon Web Serviccs (AWS).

Durante os três dias de trabalhos, estas jornadas contaram ainda com a colaboração de alunos da Universidade dos Açores. Turmas dos cursos de Relações Públicas e Comunicação e de Informática, Redes e Multimédia apoiaram a realização do evento, nas vertentes de acolhimento e cobertura mediática.

Durante a sessão de encerramento, a equipa deixou ainda o seu agradecimento à equipa da Universidade dos Açores e a todos os que tornaram este momento de encontro possível. Apesar de ter sido um novo desafio organizar o evento nos Açores, este foi claramente superado, graças às equipas envolvidas, bem como ao envolvimento da comunidade.

Poderá recordar os principais momentos destas jornadas visitando a conta de Twitter da Unidade de Computação Científica ou a página de Facebook dedicado ao evento.